Uma alimentação adequada para uma boa corrida

Uma alimentação adequada para uma boa corrida

Para um atleta ou desportista, uma alimentação adequada é indispensável. Compor um prato variado e colorido é sempre importante, com vegetais (frutas, verduras, legumes, grãos e cereais), proteínas e carboidratos. Quanto mais fresca, natural e livre de gordura animal e açúcares simples, melhor. No caso específico de atletas e esportistas, vale a pena buscar a orientação de um nutricionista para adequar todos os detalhes que uma alimentação saudável requer. Hidratar-se adequadamente também é fundamental, não apenas quando por ocasião a da prova ou no dia de um treino mais pesado, mas começar no dia anterior, de forma cautelosa. E, também nesse caso, evitar as ricas em gorduras e açúcares.

A ingestão de alimentos pouco tempo antes de treinos e provas deve ser evitada. Os ricos em fibras, entre os quais frutas in natura, especialmente com casca e bagaço, grãos, barra de cereais etc, bem como leite e derivados, soja e carnes em geral, podem causar desconforto gastrointestinal. Consumi-los durante o dia, não há problema algum, mas nunca faça isso próximo ao horário da atividade.

Carboidratos são sempre recomendados para evitar a fadiga, hipoglicemia (queda no nível de açúcar do sangue), desempenho prejudicado e perda muscular, antes e durante a prova, na forma de gel, por exemplo, dependendo de cada caso. Proteínas também podem ser consumidas antes, mas como já citado, não muito perto do horário da atividade. O ideal é elaborar um plano alimentar para determinar o que, quanto e quando comer. Algumas bebidas (com ou sem carboidratos) podem também ser prescritas durante o treino. Para saber qual a melhor, precisa-se saber o tipo e a duração do mesmo. Outro detalhe importante é alimentar-se adequadamente com carboidratos e proteínas logo após o treino (durante as 2 primeiras horas) especialmente se o mesmo tiver sido longo.

A reposição de nutrientes promove uma recuperação rápida do organismo, evitando a fadiga e a desidratação. A água é excelente para hidratar e repor alguns nutrientes perdidos, mas nem sempre é suficiente. Dependendo do tipo do treino e da sua duração é necessário fazer uso, também, de bebidas que contenham água e eletrólitos. Ainda é válida a recomendação de pesar o atleta antes e depois do treino para calcular e determinar a quantidade de líquido a ser ingerido.

Carolina Danhoni
Nutricionista da Medicina Preventiva da Unimed Regional Maringá